208 T16 Pikes Peak: com Sébastien Loeb, Peugeot estabelece novo recorde da prova

600kppv2

Após meses de preparação, Sébastien Loeb, pilotando o bólido 208 T16 Pikes Peak, venceu no domingo (30/06) a Pikes Peak Hill Climb, famosa competição norte-americana disputada na montanha de mesmo nome no Estado do Colorado (EUA), quebrando o recorde da prova com um tempo de tirar o fôlego: 8m13.878s. O francês superou os 20 quilômetros do percurso e suas 156 curvas a uma velocidade média de 145 km/h.

A marca de Loeb implodiu o tempo de 9m46.164s, definido por Rhys Millen no ano passado, com os três primeiros colocados batendo o recorde de 2012. “Para mim, esta foi a corrida do ano”, afirmou o piloto ao final dos 4.301 metros de altura nas Montanhas Rochosas. “No início da minha subida, houve um pouco de pressão, com certeza, porque eu sabia que havia muito trabalho e investimento da Peugeot e de todos os parceiros. Depois de tudo o que foi feito, eu tinha que trazer o resultado”.

Loeb foi o primeiro a largar entre os carros da categoria “Ilimitada”, liberando os 875 CV de potência do 208 T16 Pikes Peak após a passagem dos competidores de moto. No entanto, uma série de atrasos antes de sua largada trouxe preocupação com o mau tempo, uma característica comum de Pikes Peak por causa da altitude. “Quando eu estava na linha de largada, pude ver as nuvens se fechando no topo da montanha”, disse o piloto. “Caso eu não largasse logo, seria realmente muito difícil”.

Campeão mundial de rali nove vezes, Sébastien Loeb conseguiu uma marca ainda mais rápida do que os computadores da Peugeot Sport calcularam como possível. O tempo teórico ideal seria de 8m15s. O piloto baixou esse índice em dois segundos.

“Estou muito feliz por terminarmos a corrida dessa forma”, disse Loeb. “Eu realmente não esperava nada melhor do que 8m15s. O tempo de 8m13s foi fantástico. Antes da largada, eu realmente não sabia se deveria correr no limite do carro ou apenas a um ritmo confortável a fim de garantir a vitória. Decidi então trabalhar no limite”, completou Loeb.

O resultado foi espetacular, com Loeb agora se juntando ao panteão dos vencedores de Pikes Peak, quase um ano depois de conquistar a América na final do rally nos X-Games, em 1º de Julho de 2012. Em relação ao carro, o Peugeot 208 T16 Pikes Peak mostrou-se completamente confiável durante todo o mês de preparação nos Estados Unidos. “Foi muito bom, tudo sob controle do início ao fim”, concluiu. “Não tivemos nenhuma preocupação além da eventualidade do tempo ruim”. O cenário de sucesso na Peugeot era uma reminiscência do ano de 1988, quando o ex-campeão mundial de rali Ari Vatanen quebrou o recorde de Pikes Peak exatamente 25 anos atrás, com o 405 T16 Pikes Peak. Naquela época, o tempo de referência era 10m47.220s em estrada de terra,  um sinal de como a tecnologia evoluiu rapidamente.

Em segundo lugar na 91ª edição da prova ficou o ex-recordista Rhys Millen em seu novíssimo Hyundai RMR PM580-T, 49 segundos atrás de Loeb com um tempo de 9m02.192s. O neozelandês bateu seu próprio recorde e disse que está determinado a quebrar a barreira de nove minutos no próximo ano.

“É justo dizer que estávamos correndo para o segundo lugar”, disse Millen. “Eu sabia que não daria para bater o tempo de Sebastien, então decidi não correr riscos. Loeb e Peugeot Sport eram imbatíveis. Esse tempo é simplesmente incrível. Quando é que será batido? Talvez nunca”.

Para Loeb e a Peugeot Sport, esse é o fim de uma extraordinária aventura que teve início nos testes do 208 T16 Pikes Peak em Mont Ventoux, na França, e foi concluída no Colorado, oficialmente o Estado mais alto da América. Pikes Peak é uma lenda: é a segunda corrida de automóveis mais antiga da América depois das 500 Milhas de Indianápolis. Agora Loeb – o novo Rei de Pikes Peak – e o modelo Peugeot fazem parte da história americana.

Fonte: http://ow.ly/mEQdd

Esta entrada foi publicada em PEUGEOT com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s