Copa Peugeot de Rally abre temporada 2012 com chave de ouro em São Carlos (SP)

Válida pela primeira etapa do ano, a prova contou com 24 carros disputando as três diferentes categorias do Rally de Velocidade.
Realizada em cidade inédita no calendário oficial da competição, a etapa teve mudanças nos trechos cronometrados, duplas estreantes no pódio, especiais extremamente técnicas e a promessa de disputas ainda mais acirradas na temporada 2012.
O Rally de Regularidade, feito especialmente para o cliente Peugeot, reuniu 56 carros no grid.


“Surpreendente”. Essa foi a palavra utilizada por grande parte dos competidores para resumir a primeira etapa da Copa Peugeot de Rally 2012, realizada em São Carlos (SP), cidade inédita no calendário oficial da competição.
O Rally de Velocidade, que é uma verdadeira corrida contra o tempo, teve início no sábado (24/03). A prova sofreu alterações em relação às especiais previstas inicialmente, com o cancelamento de um dos trechos onde seriam realizadas partes das especiais, concentrando todas as passagens do fim de semana em um único trecho cronometrado, com cerca de 20 quilômetros de extensão.
As características do percurso, que no domingo foi percorrido em sentido inverso, ofereceram condições diferenciadas de prova entre sábado e domingo: com alguns trechos de piso liso e outros com bastante pedra, foi o tipo de prova que costuma agradar a todos os competidores por mesclar alta velocidade e traçados bem travados. Para completar, a especial contou com um trecho de salto que exigiu muita perícia por parte de pilotos e navegadores.
Sob essas condições, a vantagem ficou nas mãos das duplas que realizaram um levantamento bem detalhado. Foi o caso de Rafael Túlio e Gilvan Jablonski, que garantiram a vitória na categoria 207 Super após cinco especiais bastante competitivas, concentradas em Fabio Dall’Agnol/Gabriel Morales, dupla que foi a principal adversária em 2011, mas sem perder de vista Lucas Arnone/Felipe Costa e os irmãos Clécio e Sandro Maestrelli, campeões e vice-campeões da 207 Máster na temporada passada e que estrearam na 207 Super em São Carlos com ânimo de sobra para apimentar a disputa.
“A entrada dessas duas duplas na categoria deixaram a prova ainda mais competitiva, pois eles são jovens e chegam à disputa com sede de vitória”, afirmou Túlio, que retomou uma antiga parceria para disputar a temporada 2012: o navegador Gilvan Jablonski, com quem já compartilhou o título da Copa Peugeot. “Costumamos dizer que o navegador é aquele cara que tem os olhos do piloto, e é sempre muito prazeroso exercer essa função para um piloto que anda bem. Estou feliz por retornar à competição”, disse Jablonski.


Na 207 Máster, que reuniu o maior número de carros (11) dentre as três categorias, quem levou a melhor e subiu no degrau mais alto do pódio foi a dupla formada por Junior Siqueira e KZ Morales.
Essa vitória teve um sabor especial para Siqueira, piloto da dupla, que reside em São Carlos e conseguiu garantir sua primeira conquista “em casa”. Para tanto, a dupla teve que travar uma disputa de tirar o fôlego com Tony Kranzegger – que já fez dupla com Siqueira e também mora na cidade – e Francis Herrero. Para se ter uma ideia do nível de competitividade, a diferença de tempo na soma de todas as especiais do fim de semana foi de apenas 1,5 segundo.
“Vencer na minha cidade era tudo o que eu queria para começar bem a temporada”, comemorou o piloto, que começou o ano com uma parceria nova – e de peso. “O KZ é muito experiente e um dos principais nomes do rali nacional quando o assunto é navegação. Nosso objetivo é manter a regularidade na temporada e, assim, buscar o título na categoria”, contou Siqueira.
A etapa também teve um gostinho diferente para a dupla Hugo Cater/Kaique Bentivoglio, campeã na categoria 206. “Começamos o ano com pé direito, com certeza!”, garantiu Cater, piloto da dupla. Ao comentar as características da prova, ele não deixou de ressaltar a importância do trabalho realizado pelo parceiro: “Em uma prova rápida como essa, o trabalho do navegador é fundamental para ditar o ritmo ideal”.
Vale destacar a participação de duas duplas que, estreantes na competição, garantiram lugar no pódio logo de cara. Dimas de Mello Pimenta III e Rodrigo Konig conquistaram o quinto lugar na 207 Máster, enquanto Silvio Bizaroli e Selma Kadota voltaram para casa com o troféu da quinta posição na 206.
“Achei o rali muito bem organizado, com especiais espetaculares que exigiram muita sintonia entre piloto e navegador. Foi um fim de semana de novidades, principalmente por ter sido nossa primeira prova a bordo do Peugeot 206”, contou Selma, única mulher no Rally de Velocidade. “Vamos correr a temporada inteira”, garantiu a navegadora.
fonte

Esta entrada foi publicada em PEUGEOT com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s